Você conhece a história do biquíni?

Para entender a história do biquíni, esta pecinha que tanto adoramos, temos que voltar à 1946 – ano de lançamentos (de bombas, biquínis, e outras possíveis novidades…) Porém, difícil saber se o ‘Boom’ maior vinha das bombas atômicas que começavam a ser explodidas naquele cenário ‘in guerra’, ou se do mais novo traje criado pelo estilista francês Louis Réard – tendo em vista que sua ‘roupa de banho’ também causou barulho!

A peça, mal vista por autoridades religiosas e de uso não autorizado por diversos países, teve o nome inspirado na ilha de Bikini – localizada nos EUA e escolhida para os primeiros lançamentos de bombas nucleares.

foto da atriz Micheline Bernardini que foi a primeira mulher a desfilar com o biquíni, na borda de uma piscina pública de Paris, no dia 5 de julho de 1946.
A atriz Micheline Bernardini foi a primeira mulher a desfilar com o traje, na borda de uma piscina pública de Paris, no dia 5 de julho de 1946.

Pelo visto, ‘pioneirismo’ era a palavra do momento, para o bem e para o mal e, deixando um pouco à parte o desenlace trágico do mundo pós – guerra que todos nós conhecemos, atentemos o olhar para a explosão que revolucionou a vida da mulher em solos tropicais: o vestuário que (como era de se esperar), leva o nome de uma ilha!

Utilizado por uma bailarina que não negou a atitude ousada de posar com um traje tão pequeno para os moldes da época, o biquíni estreia em julho de 1946, na monumental piscina pública de Paris; criando assim não apenas um novo estilo, mas também uma nova era para as mulheres.

E a trajetória do biquíni estava apenas começando! Já no final dos anos 50 a peça vem navegar por terras (e águas) brasileiras, sendo de cara polemizada por uma aparição pública da atriz Leila Diniz – nas areias cariocas e ao glamour de Ipanema, representando assim a ousadia feminina dos anos 70.

atriz Leila Diniz grávida com a mão na barriga e usando biquíni preto dentro do mar na praia de ipanema, rio de janeiro, Brasil.
Atriz Leila Diniz

Por falar em ‘Ipanema’, não podemos esquecer da lendária “garota de Ipanema”, Helô Pinheiro que, nos verões gostosos dos anos 60, esbanjava beleza e charme desfilando no calçadão da famosa praia com seus bíquinis – “no doce balanço a caminho do mar”.

Considerada garota de ipanema, Helo Pinheiro de biquíni sentada em uma canga na areia da praia de ipanema.
Helô Pinheiro, a eterna “garota de Ipanema”

De atrizes de cinema norte americano a nomes como Carmem Verônica e Norma Tamar (agitando as areias do Rio de Janeiro, frente ao Copacabana Palace) o biquíni cativou muitas pessoas.

Mas, somente no início dos anos 70 e 80 que ele aparece em opções menores, como a tanga e a asa delta, seguidos do fio dental, respectivamente. (E que hoje a Coccus traz em versões mais repaginadas, como os modelos ‘cortininha’ e ‘meia taça’ – garantindo um visual mais moderninho).

Mas são, finalmente, os anos 90 que ampliam o leque no universo moda praia, trazendo uma infinidade de produtos que acompanham este segmento, como a saída de praia, chinelos, bolsas, chapéus, toalhas e óculos.

Modelo Lidia Santana cabelos castanhos amarrado como rabo de cavalo vestindo um maiô cavado da marca Coccus Bikinis estilo anos 80 simulando uma caminhada na areia da praia da costa, Vila Velha, Espírito Santo, Brasil.
Lidia Santana para Coccus Bikinis

Também, pudera! Em um país com um clima predominantemente tropical, não era de se esperar menos do que uma diversidade de acessórios e trajes de banho para completar a paisagem rica e natural de nosso vasto litoral. E, é neste clima tão tipicamente brasileiro, que a Coccus deseja trazer a você não apenas a História contada, mas também toda a evolução alcançada na moda praia, através do desenvolvimento de peças e acessórios confeccionados com o que há de melhor em tecnologia de produção de tecido no Brasil e no mundo.

Com tecidos de alta qualidade e composição biodegradável, nossa marca traz a você diversos tipos de biquíni, e um biquíni para cada tipo de corpo. Você pode conferir em nossa coleção modelos de biquínis como: biquíni cropped, tomara que caia, biquíni cortininha, cintura alta, hot pants, meia taça, calcinha asa delta, fio dental, calcinha lacinho.  

modelo Lidia Santana deitada em uma canga na areia da praia da costa, vila velha de bumbum para cima usando biquíni de onça da marca Coccus Bikinis.
Modelo Lidia Santana pelas lentes do fotógrafo @ftlucasmattar
para Coccus Bikinis

Optamos por trabalhar sempre com estampas exclusivas e você ainda pode formar o seu conjunto de biquíni comprando parte de cima (top) e parte de baixo (bottom) separados.

Visando o que é mais apropriado ao atual momento da moda, mas, sem perder o toque personalizado e a possibilidade de atender o gosto pessoal de cada uma. Venha conferir!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.